Câncer de próstata avançado conta com novo fármaco

23/04/2012

Começa a ser comercializada no Brasil, nesse mês, a Abiraterona, medicamento que trata pacientes com câncer de próstata avançado, aumentando sua expectativa de vida. A droga, cuja caixa tem 120 comprimidos, deve ser vendida por R$ 8.554,00 e não tem previsão de ser administrada pelo SUS até o momento, tornando o tratamento inacessível para muitos pacientes.
 
Os tratamentos atuais têm objetivo de inibir a fonte de “alimento” do tumor de próstata - a testosterona e outros hormônios masculinos - procedimento chamado de castração química. Porém, em alguns casos, o câncer se nutre de resquícios desses hormônios ou encontra outra fonte de sustento continuando seu processo de desenvolvimento. A Abiraterona, por tratar casos avançados, inibe outros hormônios dos quais o tumor possa se manter.
 
A FDA, que fiscaliza ações de vigilância sanitária nos EUA, já aprovou quatro terapêuticas contra o câncer de próstata nos últimos dois anos, sendo que mais medicamentos já foram testados, comprovando eficácia e provavelmente ampliarão a lista de tratamentos.
 
 
 
 
 

Notícias Relacionadas