Bolhas e calos: incômodos que podem ser evitados

03/12/2014

As bolhas e calos além de incômodas, causam dor e acabam atrapalhando a rotina na hora de utilizar um calçado fechado, seja pelo frio ou por necessidade, seja para praticar atividade física. Mas existem meios de evitar os problemas cutâneos, as dicas são parte do conteúdo da revista Boa Forma.

As bolhas surgem como bolsas de água, decorrentes do atrito entre o pé e o calçado ou surgem em consequência da existência de fungos que habitam partes húmidas do corpo, como os dedos dos pés, as frieiras.

Para evitar que as bolhas apareçam pode-se escolher um calçado com um número maior e meias de material esportivo que drenam o suor. Caso a prevenção não seja possível, o tratamento deve ser, em primeiro lugar, evitando que as bolhas de água estourem. Se as bolhas forem de sangue, o recomendado é fura-la tão logo ela apareça, para evitar a coagulação daquele sangue. Em casos de pus, o médico deve ser consultado.

Os calos são causados pela repetição do atrito entre os pés e o calçado, mas o impedimento que eles podem – não necessariamente- causar são dores. Neste caso, a consequência é mais estética. Para evitar é possível utilizar vaselina no local, para diminuir o atrito ou utilizar meias esportivas, que mantenham a temperatura do pé. Para tratá-los, o uso de hidratantes é o indicado, pois eles podem recuperar a pele do local afetado.

 

Fonte: REVISTA BOA FORMA