O avanço da educação à distância

09/11/2011

Matrículas na modalidade a distância já representam quase 15% das matrículas no Ensino Superior.

Foram divulgados na última segunda-feira (07/11/2011) os dados do Censo da Educação Superior de 2010. Segundo a pesquisa, a educação a distância já responde por 14,6% das matrículas de graduação no ensino superior do país.

Para o ministro da Educação, Fernando Haddad, o crescimento da modalidade a distância só não é maior porque o governo está cuidando para que a expansão não ocorra de forma rápida, prejudicando a qualidade de ensino. "Na década de 1990 nós tivemos um crescimento [na educação presencial] que não estava bem administrado e nós não queremos que o mesmo aconteça com a EAD. O que queremos é um crescimento sustentável".  Segundo o Ministro, o percentual de matrículas na modalidade EAD no Brasil pode ser considerado baixo quando comparado a outros países em que a modalidade responde por mais da metade das inscrições.

Os números são animadores visto que, nos cursos presenciais, 3,9 milhões de matrículas foram para cursos bacharelados, 928 mil nos cursos de licenciaturas e 545 mil na modalidade tecnológica. Já na modalidade de educação a distância as matriculas de licenciatura são de 426 mil, nos cursos bacharelados de 268 mil e nos tecnólogos de 235 mil matrículas.

O ensino a distância vem se tornando um agente cada vez mais importante na educação a nível nacional. Confira os cursos online do IbacBrasil e faça parte desse avanço!

 

Fonte: Jornal O Globo

Notícias Relacionadas